Técnica e preço e o direito de preferência da ME/EPP´s

Autor:

Categoria: Sem categoria

Tags:

 

É cediço o cabimento do direito de preferência das ME/EPP´s nas licitações cujo critério de julgamento é o menor preço. Sobre isso não se discute. Mas e nas licitações em que o tipo de julgamento é técnica e preço?

Entende-se cabível o exercício do direito de preferência em todos os tipos de licitação. O tratamento diferenciado às ME/EPPs é um direito constitucionalmente assegurado e, deste modo, não é possível vedar o exercício do direito de preferência em função do tipo da licitação escolhido pela Administração quando instaura uma licitação.

O tipo de licitação tem como função exclusiva determinar o critério de julgamento que será adotado na classificação das propostas, traduzindo a relação benefício-custo que busca a Administração Pública. Nesse sentido, o tipo de licitação adotado não pode condicionar o exercício de um direito constitucional, assim como a escolha do tipo da licitação não inviabiliza, de modo algum, o exercício do direito de preferência.

Logo, é plenamente possível viabilizar o exercício do direito de preferência nas licitações realizadas sob o tipo técnica e preço. Entretanto, em que pese tal afirmação, o assunto não é unânime na doutrina, sendo que boa parte dos autores entende que não tem cabimento a aplicação do direito de preferência nas licitações de técnica e preço.

Importante destacar que viabilizar o exercício do direito de preferência em licitações que conjugam critérios técnicos e de preço parece trazer algumas dificuldades. Isso porque o critério que legitima o exercício do direito foi fixado levando em consideração o fator preço como parâmetro para desempate, o que conduz à errônea ideia de que somente se aplica no tipo menor preço, que utiliza apenas o fator preço para determinar a classificação final do certame.

Ter como possível a aplicação do direito de preferência nas licitações procedidas no tipo técnica e preço exige compreender que o preço é apenas um parâmetro de desempate. O preço é um dos fatores de julgamento que integram o tipo de licitação adotado, e, especificamente sobre esse fator, a Lei Complementar nº 123/06 estabeleceu o procedimento para o exercício do direito de preferência, o que não significa que esse direito somente poderá ser exercido no tipo de licitação menor preço, que tem como fator de julgamento preponderante o preço.

Repita-se: é preciso separar duas coisas que são distintas e não se confundem, ainda que tenham relação: tipo menor preço e fator preço.

Dito isso, resta claro que o fator de julgamento “preço” está presente também no tipo técnica e preço, motivo pelo qual o critério para exercício do direito de preferência não pode ser ignorado, mas adaptado ao procedimento.

Assim, a conclusão da autora é no sentido de que há cabimento e viabilidade do exercício do direito de preferência das ME/EPP´s nas licitações cujo critério de julgamento é o tipo técnica e preço.

Essa questão foi avaliada com maior profundida e sob outros aspectos, inclusive com a apresentação de um procedimento a ser adotado, em artigo de minha autoria, que será publicado na Revista Zênite – Informativo de Licitações e Contratos (ILC), janeiro/2015. Acompanhe!

VN:F [1.9.22_1171]
Avaliação: 3.3/5 (3 votos)

Deixe o seu comentário!

Ao enviar, concordo com os termos de uso do Blog da Zênite.

2 Comentários

Cecília Cavalcante disse: 4 de dezembro de 2014 às 17:28

Atualmente estou trabalhando no Núcleo de Licitações da Secretaria de Educação de Alagoas, e pela primeira vez acesso ao Blog da Zênite, achei interessante esse artigo a respeito de Técnica e Preço e o Direito de Preferência da ME/EPP’s escrito por Araune C.A. Duarte da Silva. Nele encontrei uma linguagem acessível que despertou em mim a vontade de continuar lendo, e tive um bom entendimento.
Foi minha primeira formação em licitação, de agora em diante estarei sempre acessando para me inteirar mais a respeito da Administração Pública, espero o Informativo de Licitações e Contratos na publicação da revista em janeiro /2015. Agradeço a boa colaboração de vocês.
Abraços Cecília.

VA:F [1.9.22_1171]
O que achou?
+2 4 votos
 

Prezada Cecília, agradeço suas gentis palavras! Continue acompanhando a Zênite no Blog e nas redes sociais e contribuindo com opiniões, sugestões e comentários! É essa troca de experiências e ideias que faz com que possamos construir uma gestão pública cada vez melhor e mais eficiente!
Abraços!

VN:F [1.9.22_1171]
O que achou?
+1 1 voto
 

Próximos Seminários Zênite
Publicidade